vermelho21.jpg
 

A revolta incendiou minha alma,
Meus olhos se avermelharam,
Os pelos do meu braço se puseram de pé como lanças.
A Revolta e indignação de mãos dadas,
Fizeram meu coração acalmado, bater no compasso dos tambores de guerra.
Fizeram minhas pernas dobradas pelo cansaço, arderem como o fogo dos novos tempos.
Os ombros enrijeceram.
Os punhos cerraram.
A boca secou.
Do som se fez eco.
E por segundos intermináveis o tempo parou.
Olhei para o céu,pois no fim veio uma brisa, e eu pude respirar.

Anúncios