Acabo de perceber o silêncio.
Este, que está fixado entre o céu e as minhas palavras.
Preso.
No tempo suspenso;
Na agonia indefinida;
No momento inacabado.
Este momento,
Estranhamente intenso…
Revoltantemente vazio…